Outlaw Texas

CONTACT

Los Primitivos

Surgidos de la policultural caldera del under porteño de los años 80, Los Primitivos se han convertido en uno de los embajadores por excelencia del sonido Rockabilly argentino. Con mas de 20 años de carrera y dos tours sudamericanos en su haber, este salvaje trío se ha abierto camino con incendiarias performances y transmisiones psicoticas en las cuales se mezclan corazones rotos, retro sci-fi, altas dosis de whisky (por supuesto) y una machacante base de slap de contrabajo y batería stand-up.

Los Primitivos son :

Phonzy: Contrabajo y Voz

Animal Lee: Bateria y voz

Peter: Guitarra y Voz






Cigar Box Stompers

Johnny Stompbox and the Stompers perform original cigarbox and cover blues at music events throughout the New Jersey, Pennsylvania and New York USA area. The cigar box guitar or “CBG” has a rich musical history stemming from the 1840's and has enjoyed a recent spike in interest among local musicians. We also build these instruments and have made over 200 to date, including acoustic/electric, license plate resonator, doubleneck, bass and tradition types of CBG’s under the “Lazy B” cigar box guitar name . “JohnnyStompbox and the Stompers” has released 2 CD's available that features an “all cigar box instruments” lineup of original blues songs and spreads the story of the long musical history of the CBG! Please visit http://www.lazybcigarguitars.com/ or www.reverbnation.com/johnnystompbox


 

Bluesrockband NUTS

Take a couple of passionate musicians, mix it with a good dose of Blues, add a pinch of Rock and Funk... and you get the Bluesrockband NUTS.
With a carefully selected and original repertoire and a singer that blows you away, these musicians have been bringing the house down for years!

Members:
Jenny Visser-vocals,
Matthijs Oldenhuis-guitar,
Ton Kerkhof-guitar,
Henk Tomassen-drums,
Evert Oldenhuis-bass
Herman Pierik-light and sound.






Sotom Blues

Sotom Blues é uma banda Rio-Grandense, formada em meados de 2005, na cidade de Novo Hamburgo, inicialmente sob o nome de “The Paradise”. A sonoridade da Sotom Blues manifesta a sempre irrevogável diligência de seus músicos, a princípio levando o apreço especial pelo blues e rock, mas amadurecendo sob as influências do jazz, dos batuques latinos e da irrefutável proficiência de artistas como Santana, Roy Buchanan e Rory Gallagher.


Eis que sempre evidenciando a desenvoltura às composições próprias, a banda partiu da destreza na criação de uma sonoridade distinta e da virtude de estar sempre além do gostomainstrain  para, verdadeiramente, utilizar-se da composição musical a fim de abstrair emoções, sentimentos e aspectos de sua cultura, transformando-os em algo palpável. E é por meio de arranjos elaborados – com o asseio que só se sucede entre os artistas absolutamente entregues à manifestação da arte – e os ouvidos mais apurados, que a Sotom Blues vem trilhando 7 anos de influências, impressões pessoais e manifestações artísticas.

Picanha de Chernobill 

Formada em 2008, a Banda se caracteriza por uma sonoridade que lembra os bons e velhos anos 70 e 90, com timbres crus e distorções valvuladas aliadas a suavidade do violão, viola e bandolim. Com influências diversas e buscando compor suas próprias canções, a Picanha de Chernobill lançou seu primeiro disco em 2009. Gravado no estúdio “Play”, o primeiro álbum da Picanha de Chernobill foi recepcionado positivamente pela crítica. O disco foi gravado no formato SMD (Semi Metalic Disc) e foi comercializado em oito estados brasileiros, na Argentina e no Uruguai.

A repercussão do CD de estréia da Banda levou a dupla sertaneja “Chrystian e Ralf” a gravar uma das músicas da Picanha de Chernobill em seu recente álbum: o disco “Para sempre irmãos” incorporou a música “Vá”, do repertório próprio da Banda gaúcha. A canção, com uma levada roqueira, tem gerado forte interesse no meio musical, contribuindo para divulgar a Picanha de Chernobill na cena musical do país. O trabalho da Picanha de Chernobill ultrapassou as fronteiras do Rio Grande do Sul. As músicas do primeiro disco já estão sendo executadas em Webrádios no Brasil, Colômbia e Argentina.

O trabalho da Picanha vem sendo divulgado e executado em importantes meios de comunicação do Estado, como a TVE, TV Pampa, Rádio Ipanema, Rádio Gaúcha, Rádio da UFRGS, Zero Hora, Correio do Povo, Pioneiro, Cruzeiro do Sul de Sorocaba, Correio Livre e Jornal Popular, de Nova Prata, Jornal de Marau, Revista Aqui, Jornal Sutiã, de Porto Alegre, e muitas matérias de internet.


The Cutler Waterworth Band

Paul Waterworth has been in the music business for over 30 years. During that time he has been involved with many well-known artists including, Little Richard, Dave Finnegan (the commitments film), Denny Lane (wings), Jerry Donague (hellicasters) and The Animals. Tony cutler has been playing with Paul for the past 10 years in various bands.


The king cotton CD has had regular airplay on BBC RADIO and has had a lot of airplay on internet radio generating interest in the USA and Australia. The king cotton concept was conceived at Paul's house. Paul and tony both have small recording studios. The album was recorded at Paul’s studio and mastered and produced at Tony's state of the art computer studio. Paul and Tony, who are both multi instrumentalists, produced all instrumentation and sounds. While the Cutler Waterworth partnership is a recording project. They have put a band together made up of professional musicians to promote their music.


What you will listen here on Outlaw:

"I released Acatraz Life two years ago.

Alcatraz Life was the Xmas featured album on Chicago's IM radio in 2011.

I was discoverd on the show by internet giant The Sonic Boom Corporation. I signed a contract with them to let them use four tracks from my Traz Life album in their new internet game Rhythm Zone. The game has over one million users across the world at the moment.  If you type The Cutler Waterworth Band in youtube it will take you to a film of of the game and one of my tracks being used as the soundtrack/ Free way from Traz".


The Kat

The Kat has followed the path of great Rock Stars and has worked together with remarkable composers and musicians such as Kevin Bowe, Guy Hans, Boney Fields, Dany Blondeau, Chelsea...

"I'm the Kat !" is my first album. I knew it would feature Rock & Blues songs as well as other rhythms such as pop, funk and jazz, because life has offered me occasions to meet all sorts of musicians and play different music genres.

Then I called my friend Boney Fields and asked him if he would be interested in producing my album. So, Boney answered "Of course It's time to make your Album, let’s go to work". I did not hesitate to contact the best rock songwriters. I was particularly interested in a certain Kevin Bowe, whose memory I had kept since his involvement with the album "Let's Roll" by Etta James; such a memory triggered my desire to get to work. (...)  All the songs of "I'm the Kat!" are magnificent and perfumed in essential oils of Chicago brought back by brilliant Boney Fields who arranged every title in the style of a fashion designer.


Rizorkestra

Based in los angeles and currently roaming the California coast and deserts performing music, collecting musical instruments, photographing and filming the pacific ocean and the sun 
in the sky and planning cheap, sensible meals.

Roots-music repertoire consists of early blues, jug band tunes, instrumental stomps, romps, jumps, and rags, early country music, 
gospel music classics, early jazz, tin pan alley tunes, folk songs and novelty songs, with the additional insertion of themes and motifs from sousa marches, european classical music composers, musical theater and film music, in original compositions and improvisations.
also plays: 

piano
jazz vibraphone 
4 string banjo
percussion
oud
west african balafon
bouzouki
gu zheng

 Alexandre Cthulhu

Músico de grande versatilidade técnica com influências blues / rock, oriundo da margem sul do Tejo, Alexandre Cthulhu apresenta um trabalho musical, onde a expressão pessoal é feita maioritariamente através da guitarra, onde faz incursões através de estilos tão diversos como os blues, o classic rock, o acústico (onde canta e toca também harmónica, ao estilo de Springsteen, Dylan ou Neil Young), atreve-se na música experimental (pois até agora nunca se conheceu que algum guitarrista usasse uma lata de cerveja em vez de uma palheta, ou mesmo até outros utensílios por ele criados) indo mesmo ao heavy metal.


Nos seus concertos ao vivo, presta homenagem a guitarristas de estilos tão diversos como, Jimi hendrix, Muddy Watters ou até mesmo joe Satriani. Em Maio de 2011 participou na peça de teatro “en caixa” encenada pelo Chapitô, na qual contribui com a sua música, onde fundiu o som da guitarra eléctrica com outros instrumentos tão dispersos como um steel drum, por exemplo.


Em Junho desse mesmo ano lançou “Psyche”, o seu EP de estreia, cujo lançamento foi efectuado na Fnac de Almada.


Um ano depois, Cthulhu surge com “Fides”, cujo lançamento desta vez foi igualmente numa loja Fnac, mas desta vez, em Cascais.

Álbum instrumental, Fides é um disco carregado de sentimento onde Cthulhu simplesmente deixa que a sua guitarra emocione o ouvinte através dos seus dedos e de um som, na generalidade, límpido.”


Impetus Malignum

Porto Alegre, setembro de 2001: Disarmoneous (g/v) e Desperatus (g) fundam a Impetus Malignum, sendo o principal objetivo manter o projeto conceitual iniciado na Vultus Devast. Assim, Execratus (d) é convidado a participar da banda, tendo como referência algumas músicas da Vultus Devast, sendo que boa parte das mesmas fazem parte do repertório atual da banda. 


Viruskorrosivus

Banda de hardcore formada no início de 2012 por Rodrigo Luz (Shade Of Mankind) no vocal, João Carvalho (Living in Hell) na guitarra, Maurício Knevitz no baixo e Michel Munhoz (Barulho Ensurdecedor, ex-Gritos de Alerta e Damn Laser Vampires), influenciada totalmente pela velha escola do hardcore oitentista, levando a mesma ao extremo, sem pretensão de mudar o mundo ou conscientizar alguém de alguma causa utópica e sem sentido.

Vítria

Vítria é uma banda Rio-Grandense de Grunge, originalmente formada em janeiro de 2009, conhecida pelos covers de bandas como Nirvana e Alice In Chains e composições singulares. A banda é composta por Daniel Bueno (vocal e guitarra), Leo Scherer (baixo) e Uiliam Telles (bateria ).

Shade Of Mankind

Formada por Rodrigo Luz (aka Roderick Hellion), Shade Of Mankind é uma banda de Deathgrind/crustcore com infuência nas letras e visões apocalípticas. O grupo faz músicas que descrevem a decadência do homem, sua mente e sua moral. 



Old Stuff

Formada em 1998, pelo guitarrista e vocalista Billy Joe Rocker que, influenciado por músicos dos anos 50 como Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Elvis Presley & Little Richard, resolve montar uma banda para tocar os velhos Clássicos do Rock and Roll daquela época, e mais tarde trabalhar em composições próprias (...)


Maçã de Newton

A Maçã de Newton surgiu em 2011, em Portão/RS, quando Leo Scherer (vocal e guitarra) conheceu o projeto solo do ex-guitarrista do Oasis, Noel Gallagher, chamado High Flying Birds.

Em seu projeto, Noel gravou e compôs todas as músicas praticamente sozinho, contando com pequenos auxílios de amigos. Mais tarde, convidou músicos reconhecidos do movimento Britpop para formar parte do High Flying Birds e executar as músicas em sua turnê mundial.
A Maçã de Newton surgiu em 2011, em Portão/RS, quando Leo Scherer (vocal e guitarra) conheceu o projeto solo do ex-guitarrista do Oasis, Noel Gallagher, chamado High Flying Birds.
Em seu projeto, Noel gravou e compôs todas as músicas praticamente sozinho, contando com pequenos auxílios de amigos. Mais tarde, convidou músicos reconhecidos do movimento Britpop para formar parte do High Flying Birds e executar as músicas em sua turnê mundial.
Naquele tempo, Leo já atuava como baixista na Vítria, banda Grunge da mesma cidade, e percebia uma veia britânica em seus gostos musicais. Paralelamente à Vítria, Leo decidiu criar um projeto solo tal como Noel fez: gravar um CD e posteriormente executar as músicas ao vivo com ajuda de outros músicos que gostassem do som. Foi aí que surgiu a ideia do nome...